Patologia Fetal

Displasia Óssea

O exame anátomo-patológico do feto vem apresentando importância crescente com os avanços na área de medicina fetal. As alterações esqueléticas fetais abrangem um grupo extenso de doenças genéticas que incluem síndromes cromossômicas, erros inatos do metabolismo, síndromes gênicas com múltiplos defeitos congênitos e osteocondrodisplasias. Essa última também é denominada de displasia óssea, e podem ser letais.

Portanto, exigem um esforço do patologista pediátrico na sua identificação e diagnostico. A identificação dos casos letais são em geral de fácil reconhecimento devido ao encurtamento acentuado dos ossos longos. Entretanto, o diagnóstico preciso depende da determinação de quais grupamentos ósseos estão comprometidos.

Em caso de suspeita de displasia óssea é imprescindível RADIOGRAFAR O FETO.

Ademais, o exame anátomo-patológico dos ossos, principalmente das costelas, corpos vertebrais e fêmur distal e proximal ou úmero podem fornecer informações importantes para o diagnóstico. O diagnóstico correto é essencial para o adequado aconselhamento genético.

Para maiores informações acessar Leituras Recomendadas e Artigos Científicos.

Tel.: 55[11]2114-6117  |  55[11]2114-6118  |  55[11]3129-7397
Tel.: 55[11]2924-0189  |  55[11]2924-0190  |  ou Cel.: 55[11]8291-4035

Avenida Angélica, 2.510, cj. 91 - Consolação - São Paulo CEP 01228-200

E-mail: embrioconsult@embrioconsult.com.br